Suche

Press release #Mobilidade Conectada

Dia do Motociclista – tecnologias aumentam a segurança dos condutores no trânsito e ajudam a salvar vidas

  • Desafio: tornar a condução mais confortável e livre de acidentes
  • ¼ das motos vendidas no Brasil tem o ABS instalado
  • Bosch desenvolve soluções que reduzem riscos de acidentes no dia a dia

Bruna Carrara >

X

Campinas – Garantir segurança no trânsito é um fator primordial, principalmente quando se trata de veículos de duas rodas, que cada vez mais tem aumentado a participação na frota nacional. Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), no primeiro semestre de 2021 as fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus produziram um volume 45% superior ao mesmo período do ano passado, sendo este o melhor resultado para o semestre, desde 2015. Diante disso, um dos desafios é tornar a condução dos motociclistas cada vez mais confortável e livre de acidentes.

Assim, no Dia do Motociclista – celebrado em 27 de julho – a Bosch destaca a importância das soluções que contribuem com a segurança dos condutores de motos e reforça o seu compromisso em desenvolver “Tecnologia para a vida”.

O Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS) para motocicleta é um destes itens que fazem toda a diferença nas estatísticas: um em cada quatro acidentes com veículos de duas rodas que envolvam lesões ou morte poderiam ser evitados se todos fossem equipados com o sistema de acordo com pesquisa da empresa. Atualmente, apenas ¼ das motos vendidas no Brasil tem o ABS instalado, sendo aproximadamente 140 modelos disponíveis no mercado.

“O ABS é essencial para ajudar a salvar vidas no trânsito e é referência na área de proteção veicular ativa, já que pode diminuir significativamente o risco de acidentes, pois impede o travamento das rodas em frenagens bruscas e possibilita ao motorista manter o controle do veículo e desviar de obstáculos”, explica Martin Leder, especialista de Marketing da Divisão Bosch Chassis Systems Control no Brasil. Além disso, pesquisa realizada pela Bosch indicou que 91% dos participantes já fizeram uma frenagem de emergência.

Evolução contínua

Desde 1984, a Bosch tem aperfeiçoado o ABS para motocicletas a fim de que este item de segurança possa ser obrigatório em todas as classes de veículos. “O nosso objetivo, além de tornar o trânsito mais seguro, é que as pessoas possam, cada vez mais, se conscientizar e priorizar as tecnologias e sistemas de segurança ao realizar a compra de veículos”, comenta Leder.

Legislação

No Brasil, com a resolução de 2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), desde janeiro de 2019, o uso do ABS passou a ser mandatório em 100% das motocicletas, com aplicação nas duas rodas para motos com cilindrada maior ou igual a 300 cc e em pelo menos uma das rodas para veículos menores de 300 cc. Neste último caso, o fabricante pode optar ainda pelo Sistema de Freios Combinados (CBS - Combined Braking System).

Mais segurança nas ruas e estradas brasileiras

Melhorar a segurança dos motociclistas é uma grande preocupação da Bosch há décadas. E, além do ABS, a empresa vem tornando a pilotagem de motos significativamente mais segura por meio de outras soluções:

Controle de Estabilidade para motos (MSC) – Lançado em 2013, é o primeiro sistema de segurança completo para veículos de duas rodas do mundo. Com o monitoramento dos parâmetros da moto, como o ângulo de inclinação, a tecnologia pode fazer ajustes instantâneos, intervindo nas frenagens e acelerações, proporcionando assim uma condução mais segura mesmo em curvas com inclinação acentuada. Dessa forma, o sistema da Bosch pode impedir que as rodas travem, deslizem ou que a moto assuma uma posição vertical durante uma frenagem em curvas, situação que causa a maioria dos acidentes com motocicletas.

Piloto Automático Adaptativo (ACC) – Responsável por manter a velocidade e a distância correta do veículo à frente de acordo com o fluxo do tráfego, se beneficiam por terem o funcionamento baseado na emissão e recepção de ondas de rádio. O sistema funciona com alta eficiência mesmo em condições climáticas e de iluminação adversas, como neblina e à noite, garantindo a segurança do motorista e passageiros. Outra vantagem do radar é ser o sensor economicamente mais acessível para esses tipos de funções atualmente.

Conduzir a moto no tráfego intenso e manter a distância correta do veículo à frente requer muita concentração. O ACC ajusta a velocidade da moto ao fluxo do tráfego, mantém a distância necessária e segura do veículo à frente. Além disso, o ACC não apenas oferece mais conforto ao condutor, como também permite que ele se concentre mais na estrada, principalmente em situações de tráfego intenso.

Alerta de colisão frontal – Sistema de alerta de colisão para motocicletas que reduz o risco de uma colisão traseira. Ele é ativado assim que o veículo entra em movimento e dá suporte ao condutor em todas as faixas de velocidade. Se detectar que outro veículo está se aproximando perigosamente e o motociclista não reage à situação, ele o avisa por meio de um sinal acústico ou óptico.

Detecção de ponto cego – Sistema que vigia todas as direções de forma que o motociclista possa mudar de faixa com segurança. O sensor de radar serve como o olho eletrônico do sistema de reconhecimento de ponto cego, identificando objetos em áreas de difícil visibilidade. Sempre que há um veículo no ponto cego do condutor, a tecnologia envia um sinal óptico, por exemplo, no espelho retrovisor da motocicleta.

Chamadas de emergência: eCall – Com base em algoritmos inteligentes de colisão, a tecnologia eCall detecta quando um motociclista se envolve em um acidente. O dispositivo realiza automaticamente uma chamada de emergência, através de um aplicativo para smartphone, e informa detalhes sobre o tipo de veículo e sua posição. Caso a motocicleta quebre, o eCall também liga automaticamente para uma oficina e envia os dados necessários para o resgate e manutenção. Dessa forma, a tecnologia também passa a ser um assistente útil em qualquer estrada, fazendo com que o acesso a informações de serviço – como a localização do posto de gasolina mais próximo – seja mais simples e direto.

Atendimento à imprensa

Bruna Carrara

tel.: (19) 2103-1218

e-mail: bruna.carrara@br.bosch.com

Com mais de 65 anos de história com o Brasil, o Grupo Bosch emprega atualmente no país cerca de 8.200 colaboradores e registrou, em 2020, um faturamento líquido de R$ 5,1 bilhões com a oferta de produtos e serviços para os setores Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 9.800 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de 6,9 bilhões de reais, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas. Para mais informações: www.bosch.com.br, www.bosch-press.com.br.

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 395 mil colaboradores em todo o mundo (posição de 31.12.2020). A empresa gerou vendas de 71,5 bilhões de euros em 2020. As operações do Grupo estão divididas em quatro setores de negócio: Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. Como uma empresa líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades inteligentes, mobilidade e indústria conectadas. A empresa busca por uma mobilidade sustentável, segura e fascinante e utiliza sua expertise em sensores, software e serviços, assim como sua própria nuvem de IoT para oferecer aos seus consumidores conectados múltiplas soluções a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico do Grupo Bosch é disponibilizar inovações para uma vida conectada com produtos e soluções que contêm inteligência artificial (IA) ou que foram desenvolvidos ou fabricados por meio da IA. Com isso, a Bosch aprimora a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores concebidos para fascinar e, assim, cria "Tecnologia para a Vida". O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede global de produção, engenharia e vendas da Bosch abrange quase todos os países do mundo. Com mais de 400 localidades no mundo, o Grupo Bosch é neutro em carbono desde o primeiro trimestre de 2020. A base para o crescimento futuro da organização é sua força inovadora. A Bosch emprega 73.000 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento em 129 localidades em todo o mundo, bem como cerca de 34 mil engenheiros de software.

Mais informações: www.bosch.com, www.iot.bosch.com, www.bosch-press.com, www.twitter.com/BoschPresse.

Baixar press release

Ainda procurando por algo?